Catálogo de automóveis usados Catálogo de automóveis usados-

TOYOTA MARK 2: Qual versão de carros usados você gosta?

Last updated:

Modelo X70 Primeira Geração (1984 – 1988) (Somente para a Wagon 1984 – 1997)

O TOYOTA MARK 2 omeçou a ser vendido em Agosto de 1984, depois de ser rebatizado oficialmente pelo seu nome favorito Corona Mark II, Mark II. Contando da série Corola Mark II, este é o modelo da quinta geração. Os tipos de carroceria consistiam em um hardtop sem colunas, um sedan e um Wagon (lançada em novembro de 1984). O design dos elementos do hardtop foram inspirados no carro luxuoso, TOYOTA CROWN; e incorporava elementos como a construção do farol de nevoeiro dentro da grelha frontal. O pilar em C foi mudado para um pilar de cristal. Para a parte interna, a ênfase foi colocada na demonstração do luxo, através da inclusão de tais itens como revestimentos de assento de veludo e indicadores digitais.

O lineup do motor consistia de um total de seis variedades: 1,988cc deslocamento inline com seis cilindros tipo 1G de unidade naturalmente aspirado e o motor tipo M turbocharged, 1,832cc quatro cilindros inline de unidade naturalmente aspirado, unidade 2,446cc quatro cilindros inline diesel naturalmente aspirado e uma unidade turbocharged.

O lineup para o tipo 1G consistia em duas variações, o cabeçote DOHC e SOHC, cada uma produzindo potências diferentes de 160 cavalos de potência e 130 cavalos de potência, respectivamente. O tipo M turbocharged tinha potência de 145 cavalos; o motor 1,832cc tipo 1S tinha 100 cavalos de potência, a unidade diesel naturalmente aspirada produzia 83 cavalos de potência e o turbocharged produziu 96 cavalos de potência.

Para o hardtop, apenas o motor tipo 1G estava disponível; para o sedan, o lineup inteiro estava disponível.

As transmissões que podiam ser combinadas eram a manual de 5 velocidades e a automática de 4 velocidades. Para séries mais altas, a transmissão controlada eletronicamente de 4 velocidades automática ECT-S foi instalada.

A suspensão controlada eletronicamente TEMS foi instalado. O sistema poderia mudar o nível de dureza, aumentando o conforto de condução ea estabilidade comportamento em estrada.

Em 1985, o GT-TWINTURBO - a série da unidade DOHC que estava sobrecarregada pelo twin turbo - foi adicionada ao hardtop.

Em agosto de 1986, pequenas alterações foram implementadas, especialmente para o exterior, incluindo as alterações no design do farol traseiro para aumentar a tridimensionalidade do farol de nevoeiro construído na grelha frontal.

Second Generation X80 Model (1988-1995)

Na sequência do popular modelo da primeira geração, o Mark II foi remodelado com o modelo da segunda geração, em agosto de 1988. Somente o Hardtop e Sedan sofreram alterações; a perua foi vendida com o modelo da primeira geração. O projeto enfatizou as superfícies curvas; a coluna A, foi substituída pela capota e as janelas laterais dianteiras foram dispostas de uma forma que as superfícies de vidro apareceram mais largas.

Os motores foram todos alteradas para o motor DOHC24 bulb. A formação consistia em motor 1,988cc seis cilindros em linha biturbo (1G- GTEU) com 210 cavalos; a unidade supercharged-GZE-tipo 1G com 170 cavalos de potência, que também foi instalada no Crown; dois tipos de unidades naturalmente aspirados, com 150 cavalos de potência e 135 cavalos de potência; o 1,838cc de quatro cilindros com 105 cavalos de potência; e o 2,446cc naturalmente aspirados e motores turbo diesel.

Em agosto de 1989, a unidade 2,954cc (7M-GE), com potência de 200 cavalos de potência foi introduzida, e em agosto de 1990, o motor 2,446cc naturalmente aspirado foi turbocharged para adicionar o motor turbo twin (1JZ-GTEU) com potência saída de 280 cavalos.

A suspensão foi instalada na parte traseira do veículo com motor de seis cilindros, na forma de um triângulo duplo.

O sistema de acionamento foi o FR para todos os veículos.

Modelo X90 Terceira Geração (1992 – 1996)

Outra mudança de modelo foi realizada em 1992; as carrocerias dos automóveis novos foram instalados e todos os veículos foram expandidos para o corpo número 3. O projeto foi alterado para ser mais alegre; por exemplo, a combinação de lâmpadas verticalmente estreitas foram instaladas numa posição mais elevada. Além disso, somente a carroceria hardtop sofreu uma mudança de modelo completa, o sedan continuou a ser vendido sem remodelação.

A linha do motor foi a mesma que a do modelo da geração anterior, mantendo a tendência dos usuários terem acesso a várias opções. Em termos de transmissão, a manual e automática de 5 velocidades 4 velocidade estavam disponíveis.

Quanto à suspensão, que foi alterada para a parte traseira, e a frente, formando 4X4 de duplo wishbone. Além disso, para algumas classes, foram instalados os sistemas ABS e controle de tração, melhorando ainda mais a segurança.

Em outubro de 1993, o sistema full-time iFour 4X4 foi instalado em veículos de transporte de unidades de 2.5 litros. Apenas transmissão automática pode ser combinado com este.

Em 1994, uma nova rodada de mudanças menores foram implementadas e a parte externa foi atualizada. Na parte externa, o desenho do para-choque da frente e de trás foi alterado. Na parte interna, uma das alterações introduzidas foi o alargamento do painel de madeira, melhorando ainda mais a concepção e textura do interior.

Em agosto de 1995, airbags do banco do condutor foram instalados em todos os veículos como equipamento standard, melhorando ainda mais a segurança. Além disso, a estação multi-AV foi introduzido como uma configuração opcional

Modelo X100 Quarta Geração (1996 – 2000)

A mudança do modelo em setembro de 96 levou à mudanças no exterior que estavam alinhadas com a popularidade do modelo X80, cuja característica era um design de luxo. Apesar de melhorar o modelo da geração anterior, outras melhorias foram feitas nos recursos de segurança, e houve um maior foco em atender as necessidades daquele momento. A largura do corpo do carro também aumentou, e todos os veículos foram feitos para estar com o número de layout corpo 3.

Para os motores a gasolina, o de quatro cilindros foi interrompido, e apenas o de seis cilindros foi disponibilizado, com opções de 1,988cc, 2,446cc, e 2,954cc unidades, bem como o motor turbo 2,446cc com 280 cavalos de potência de aspiração natural - somando um total de quatro opções de gasolina. Com o motor diesel turbo 2,446cc, havia o total de cinco opções de motor disponíveis.

Quanto ao sistema de condução, havia o FR eo 4X4. Os veículos 4X4 utilizaram as séries de 2,5 litros, e a unidade de grade de 2.0 litros.

Em agosto do ano seguinte, pequenas alterações foram feitas nos faróis dianteiros, como a descarga dos faróis e do autolight.

Em agosto de 1998, mais mudanças foram feitas no interior e exterior; os projetos dianteiros e traseiros foram alterados. No interior, os cintos de segurança dos bancos dianteiros com pré-tensores e limitadores de força foram instalados como equipamento padrão, melhorando ainda mais a segurança.

Modelo X110 Quinta Geração (2000 – 2004)

O modelo da quinta geração foi introduzido em 2000 marcando melhorias no conforto de condução. A carroceria do hardtop que tinha sido vendido até então, foi interrompida, e somente a carroceria do sedan de 4 portas, que também era utilizado para o Coroa, foi disponibilizado. Por esta razão, a altura do carro aumentou em 60 milímetros com relação ao modelo da geração anterior.

A linha de motores incluía quatro variações: o 2,446cc inline seis cilindros com 200 cavalos de potência (1JZ-FSE, 1JZ-GE), turbo com 280 cavalos de potência (1JZ-GTE), eo 1,988cc com 160 cavalos de potência (1G-FE).

A transmissão variava de acordo com a série, com 4 velocidades ou 5 velocidades automática, e para alguns modelos de alta potência, a transmissão de 5-velocidades manual foi instalada. Mudanças de velocidades Gated foram instaladas para transmissões automáticas.

Para a segurança, airbags duplo, ABS, assistência de frenagem, e cintos de segurança com pré-tensores e limitadores de força foram instalados como equipamentos padrão em todos os veículos.

Em outubro de 2002, pequenas alterações foram feitas principalmente no exterior, referente às grade dianteira, para-choques e luzes.

Em dezembro do ano seguinte, outras alterações menores levaram à melhorias na funcionalidade do sistema de navegação do carro.

 MODELOCilindradaSistema de AcionamentoCombustívelAno Line-Up
1984-1988E-GX71-XEMGF1,988FRGasoline
E-GX71-XEMME1,988FRGasoline
E-SX70-XEMRS1,832FRGasoline
E-GX70G1,988FRGasoline
E-MX711,988FRGasoline
E-GX711,988FRGasoline
E-GX711,988FRGasoline
E-SX701,832FRGasoline
E-SX70Y1,832FRGasoline
E-YX701,812FRLPG
E-YX701,812FRLPG
N-LX702,446FRDiesel
N-LX70Y2,446FRDiesel
N-LX76V2,446FRDiesel
L-YX76V1,812FRLPG
E-YX721,998FRLPG
E-YX72Y1,998FRLPG
1988-1992E-YX801,998FRLPG
E-GX811,988FRGasoline
E-YX80Y1,998FRLPG
Q-LX802,446FRLPG
E-SX801,838FRGasoline
E-SX80Y1,838FRGasoline
Q-LX80Y2,446FRDiesel
E-MX832,954FRGasoline
E-GX80Z1,988FRGasoline
E-JZX812,491FRGasoline
1992-1996Y-LX902,446FRDiesel
E-GX901,988FRGasoline
E-JZX912,997FRGasoline
E-SX901,838FRGasoline
E-JZX902,491FRGasoline
E-JZX932,491FRGasoline
KD-LX902,446FRDiesel
1996-2000KD-LX1002,446FRDiesel
E-GX1001,988FRGasoline
E-JZX1002,491FRGasoline
E-JZX1012,997FRGasoline
E-JZX1052,4914WDGasoline
GF-GX1001,988FRGasoline
GF-GX1051,9884WDGasoline
GF-JZX1002,491FRGasoline
GF-JZX1012,997FRGasoline
GF-JZX1052,491FRGasoline
2000-2004GH-JZX1102,491FRGasoline
TA-GX1101,988FRGasoline
TA-GX1151,9884WDGasoline
TA-JZX1102,491FRGasoline
TA-JZX1152,4914WDGasoline


Clique aqui para pesquisar nosso estoque de TOYOTA MARK 2 agora

-Catálogo de automóveis usados, Catálogo de automóveis usados-

Copyright© CardealPage , 2024 All Rights Reserved.